(Insta) story 1: era uma vez Edgar Artis.

25 outubro 2017


E se os padrões da natureza e do quotidiano fossem usados como matéria-prima para uma série fotográfica super original?! E se o papel funcionasse como moldura aberta para deixar entrar as tintas que andam por aí? Hoje decidimos presentear-vos com uma amostra do trabalho de Edgar Artis. Venham espreitar! 

Abrimos hoje uma novidade no PP: a (insta) story. Aqui vamos trazer "histórias" de instagramers que achamos que merecem um miminho pelo trabalho incrível e criativo que desenvolvem! 
Começamos pelo Edgar Artis, um designer e ilustrador de moda, natural da Armênia. Uma das vertentes mais criativas do trabalho deste artista passa, precisamente, por tirar partido daqueles que são os padrões mais comuns e rotineiros do dia-a-dia, e combiná-los de uma forma harmoniosa e divertida numa ilustração-fotografia. No fundo, Edgar Artis pinta com as tintas que a realidade lhe vai dando, e o resultado não poderia ser mais interessante! 

Recorrendo a objetos e alimentos variados, desde frutas, arames, moedas, algodão, legumes, entre muitos outros, este artista usa o papel como tela viva e dá corpo a modelos únicos, que eterniza com uma série fotográfica da qual é difícil afastar o olhar:









Outra das técnicas que também o destaca é uma variação do Paper cutting.
Para quem não sabe, esta é uma técnica de artesanato e criação artística com uma tradição que remonta ao passado oriental, no qual era utilizada na arte da decoração - sobretudo religiosa - e na produção de moldes para o bordado. Atualmente, a par da criação minuciosa e detalhada de quem se dedica a esta arte, ela estende-se cada vez mais a um público curioso e entusiasmado, como é o caso, por exemplo, de artistas como Edgar Artis e Rich McCor, também conhecido como @paperboyo.


Fiquem com uma amostra daquilo que Edgar Artis faz nesta área:











Como não poderia deixar de ser, uma vez que somos encantados por palavras e padrões, o trabalho de Edgar Artis foi-nos direto ao coração, e achamos que também não são capazes de ficar indiferentes, não é verdade?
Isto para dizer que não é preciso sair de casa para se fazer um trabalho de deixar qualquer um fascinado, basta um bocadinho de imaginação e voi lá


Conheçam mais do trabalho deste incrível artista aqui


beijinhos, 
Daniela e Artur

Sem comentários:

Enviar um comentário