e-conversas | episódio 1, Viagens

28 dezembro 2017

Aqui no Palavra-padrão, não compramos essa ideia de que as redes sociais servem para afastar as pessoas. Poderíamos ficar aqui a enumerar as mil e uma razões que nos fazem pensar assim, mas vamos deixar-vos só com esta prova evidente: as e-conversas do palavra-padrão, que mais não são do que "conversas de café" através do Messenger! O primeiro episódio desta rubrica tem como tema as viagens, e promete levar-vos a viajar pelas experiências de um grupo de aventureiros sem igual! 

As nossas vítimas para esta primeira experiência foram:


Daniela Fogageira


Tem 24 anos, adora livros, escrever, animais e chocolate! É viciada em viagens, juntamente com o Bruno, namorado e companheiro de aventuras.

Em conjunto com o Bruno, tem o projeto Circum-Mundum, onde partilham as suas experiências de exploradores do mundo!






Mafalda
Trabalha numa empresa de alojamento local. Escolheu este caminho pela proximidade com pessoas de outros países sem ter de sair do seu.

Tiago
Considera-se um "viajante a tempo inteiro", pois mesmo quando não viaja, tem novos destinos em mente! É director de Revenue numa cadeia de hotéis internacional.

João
Tem 26 anos e trabalha num Hotel no Porto. É escuteiro

Juntos, o João, a Mafalda e o Tiago têm um projeto chamado Lifetime Packers onde também eles desvendam um pouco da magia de viajar! 

Feitas as apresentações, vamos viajar! 

Para que ninguém se perca, é bom que comecemos pelo início. Quando lhes perguntei qual foi a primeira viagem que fizeram, todos chegaram à conclusão de que é mais fácil pensar na resposta quando se faz uma separação entre "Viagens grandes" e "Viagens de férias", cuja distinção mais não está do que no mindset com que se parte para o destino! 


O João e o Tiago recordam como a sua primeira "Viagem Grande" - a Londres, em 2006 - teve um gosto ainda maior por ter sido toda planeada e organizada pelos escuteiros! Além disso, para o Tiago foi duplamente especial por ser o destino de sonho da mãe, que nunca teve oportunidade de lá ir, mas que através dos registos dele, ficou a conhecer um pouco melhor a cidade de Londres.
E por falar em olhares, todos concordam que uma das maiores riquezas de viajar, são os diferentes pontos de vista que as mesmas coisas podem suscitar a diferentes pessoas. A interpretação daquilo que se vê e experiencia é muito diferente para cada um, e por isso viajar em grupo tem as suas vantagens: a partilha de diferentes opiniões e visões sobre as mesmas paisagens, monumentos ou fenómenos é algo que enriquece qualquer viagem!


Não foi por acaso a escolha dos aventureiros para esta conversa: as viagens dos nossos Lifetime Packers trazem-nos as maravilhas da natureza em bruto, as longas jornadas a pé pelas montanhas e a descoberta dos tesouros mais inesperados em lugares recônditos; já o Circum-Mundum é uma ode à beleza trabalhada pelo Homem, à História gravada nos monumentos das cidades emblemáticas, cujos anos e anos de vivências e memórias enriquecem esses lugares de formas incalculáveis!
Apesar disso, e de cada um deles tender a identificar-se mais com um tipo de viagem, reforçam que há lugar para tudo e a aprendizagem e partilha marcam qualquer viagem, independentemente do destino ser mais citadino ou campestre.


Ainda sobre viajar em grupo, a Daniela partilhou uma das experiências mais marcantes da sua vida: a ida a Auschwitz. É-lhe difícil traduzir em palavras a sensação que um lugar tão poderoso pode trazer, mas deixa presente que, embora seja um momento muito íntimo e pessoal, a presença do Bruno foi essencial. Neste ponto falou-se do quão importante é viajar com pessoas que respeitem os espaços e momentos de cada um, já que há lugar para partilha, sim, mas também para auto-reflexão e crescimento individual. 




Um destino ou experiência marcante, que os tenha feito repensar tudo aquilo que é a realidade do dia-a-dia? Caminhos de Santiago para os três mochileiros. Nas palavras da Mafalda "É  lindo! É desafiante! Mas acima de tudo abre-te a cabeça! Caminhar tanto, em tanta liberdade, em tamanho oposto à tua vida rotineira, mexe mesmo com o interior e leva-te a questionar tudo.", e para os três, o desprendimento, a liberdade e a introspecção são palavras de ordem nesta jornada que já repetiram e planeiam continuar a repetir.
Já a Daniela, recorda um momento inesquecível pelas piores razões: estava no estádio durante os atentados em Paris, junto com o Bruno, e reconhece que foi um momento fraturante na sua forma de estar na vida. Ainda assim, não planeiam deixar de viajar - embora tenham pensado nisso - e continuam a dedicar-se de alma e coração a esta paixão em comum.


O João, a Mafalda e o Tiago partilham um episódio capaz de deixar qualquer um com os nervos em frangalhos: perderam o único comboio que fazia a ligação Roménia-Bulgária e acabaram por apanhar um uber para a periferia de Bucareste. Lá, apanharam um mini bus para a fronteira da Roménia, porém, foram deixados pelo motorista no meio do nada! "Um Alentejo romeno, onde não havia sinal de comboio, de estação, de nada! Corremos e corremos e corremos...Com um calor infernal", recorda o Tiago. Mas no final, tudo acabou bem: "Chegamos à estação onde o maquinista tinha parado o comboio UMA hora para esperar por nós!!! Quando chegámos, a preocupação deles foi dar-nos água e acalmar-nos! Mais uma vez, as pessoas são TUDO! (...) Como é que o maquinista sabia que ali estávamos? Porque por sorte uma colaboradora dos comboios em Bucareste o conhecia e deu-nos o número dele. Tivemos sempre em contacto com ele, durante toda esta confusão."

Se tivessem de escolher uma palavra para definir o sentimento de viajar seria....











E a esta, nem eu nem o Artur nos escapámos!




Tiago: "Para fechar, deixo-vos aqui um texto que leio sempre que termino o Caminho de Santiago e que resume a experiência do viajar e do encontrar-se."

"Whatever path you're on, treat it like the Camino de Santiago. Create connections and be open to whomever you meet along the way; you never know what you'll discover. Find meaning in your suffering; in that rejection letter, in your tiring tedious job, in feeling lost and alone. And just keep walking...great adventures await you. Most importantly, remember to appreciate and embrace the journey. Fleeting moments are all we have. Live in the moment. Seize the day. Enjoy the journey. Buen Camino!"

18 comentários:

  1. Honestamente, acho que as redes sociais só afastam as pessoas se as pessoas o permitirem. Posto isso, adorei estas e-conversas! O conceito é mesmo interessante, além de que nos permite ficar a conhecer as diferentes conceções de várias pessoas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida alguma, Andreia! Acreditamos mesmo nisso! A internet, e especialmente
      a blogosfera, é um palco de oportunidades para conhecer novas pessoas e estreitar laços! :) Ficamos muito felizes que tenhas gostado! É maravilhoso esse feedback positivo :D

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Muito obrigada e também para ti, Andreia, que 2018 te reserve muitas coisas boas!! :D

      Eliminar
  3. Adorei o post! Estou a seguir o teu blog, podes seguir o meu? :)

    www.aflormaria.blogspot.pt

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cláudia, muito obrigada!
      Já seguimos :) beijinhos e bom ano!

      Eliminar
  4. Gostei tanto deste post!
    É realmente incrível viajar e para mim igualmente incrível é ouvir e ler as experiências marcantes e pontos de vista dos viajantes.
    Acho que as viagens são processos de descoberta do mundo, mas sobretudo auto-descoberta:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderíamos estar mais de acordo! As viagens fazem-nos alcançar muito mais do que lugares e memórias. Enriquecem-nos em todos os sentidos! E às vezes nem precisamos de sair daqui para ter essa sensação, pelo menos foi o que sentimos a fazer este post! :D

      Eliminar
  5. r: Verdade! As do Arrábida são qualquer coisa, para mim não há melhores :D

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente nunca fiz uma viagem grande, mas acredito que algo irá mudar :D Entretanto exploro o nosso Portugal que é lindo :b
    Muitos parabéns pelo blog! Está fantástico o:

    Beijinhos,
    BLOG DEZASSETE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É esse o espírito, Daniela! Enquanto esperas pela grande viagem, vai-te deliciando com o que o nosso país te oferece, e que é tanto e tão bom, não é verdade?! :D
      Muito obrigada pelo feedback!

      Eliminar
  7. Parabéns pela excelente imagem do blog.

    ResponderEliminar
  8. Adorei tanto a ideia! E concordo viajar = viver!
    Já sou seguidora do blog :)

    She Walks Blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ester, sê bem-vinda ao nosso cantinho! :D
      E sim, sem dúvida que é mesmo! ^_^

      Eliminar
  9. Nunca viajei para fora de Portugal mas já conheci muito do nosso país. E espero continuar a conhecer, sempre na companhia do mais que tudo. Desde que começámos a viajar juntos as coisas tornaram-se mais importantes e sou incapaz de imaginar uma viagem sem ele.

    Adorei a entrevista e ver os diferentes pontos de vista :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como dizia à Daniela de uns comentários acima, o nosso país tem coisas incríveis para oferecer, e às vezes a ilusão de que viajar tem de ser algo que envolva sair do território nacional, leva a que as pessoas não aproveitem bem as maravilhas que temos aqui ao nosso dispor! Eu e o Artur estamos a começar também a viajar os dois (cá dentro) e tem sido uma experiência incrível! É tão enriquecedor partilhar estas coisas com quem acrescenta tanto ao nosso olhar sobre o mundo, não é verdade? ^_^

      beijinhos,
      Daniela.

      Eliminar